Ouvidoria-Geral da Defensoria Pública de SP divulga nomes vencedores do Prêmio “Justiça para Todas e Todos”  
Imprimir  Enviar  Fechar
Veículo: DPE-SP
Data: 15/4/2019
 
A Ouvidoria-Geral da Defensoria Pública de SP divulgou nesta segunda-feira (15/4) a lista de nomes escolhidos para receberem o Prêmio “Justiça para Todas e Todos – Josephina Bacariça”. A data e o local da cerimônia de entrega serão divulgados em breve.
 
Promovida desde 2008, a premiação tem como objetivo prestigiar práticas exitosas e com relevante impacto social em defesa dos direitos da população desenvolvidas na instituição. As escolhas levam em conta a colaboração para a construção de uma sociedade mais livre, justa e solidária, a contribuição para a erradicação da pobreza e redução das desigualdades sociais e a melhoria, ampliação, diversificação e desburocratização do acesso à justiça.
 
Os premiados são escolhidos pelo Conselho Consultivo da Ouvidoria-Geral, composto por representantes da sociedade civil. Neste ano, foi registrado o número recorde de 45 inscrições à premiação: 15 na categoria de Defensor ou Defensora; 7 na de Servidora ou Servidor; e 23 na categoria de Órgãos da Defensoria.
 
Como houve muitas indicações, o Conselho Consultivo optou por atribuir menções honrosas em cada uma das categorias, de forma proporcional ao número de inscrições.
 
Confira a seguir os nomes e órgãos que serão premiados ou receberão menção honrosa.
 
Categoria Órgão da Defensoria
 
Premiado:
- Núcleo Especializado de Defesa da Diversidade e da Igualdade Racial, pela realização da série de eventos “Novembro Negro na Defensoria Pública”.
 
Menções Honrosas:
- Centro de Atendimento Multidisciplinar (CAM) de Guarulhos, pela intervenção judicial para efetivação do Provimento nº 73 da Corregedoria Nacional de Justiça, que prevê a possibilidade de retificação em cartório de prenome e gênero nos registros de casamento e nascimento de pessoas trânsgenero, sem a obrigatoriedade da comprovação de cirurgia de redesignação de sexo nem de decisão judicial;
- Núcleo Especializado de Situação Carcerária, pelas inspeções às unidades prisionais como atuação estratégica de combate à tortura;
- Núcleo Especializado de Cidadania e Direitos Humanos, Núcleo Especializado de Infância e Juventude, Núcleo Especializado de Segunda Instância e Tribunais Superiores e Defensoria Pública-Geral, pela estruturação de equipe permanente para plantões durante manifestações populares na Capital.
 
 
Categoria Servidor ou Servidora
 
Premiada:
- Rejane Callejon Rippert, Agente de Defensoria na área de Serviço Social, com atuação no Centro de Atendimento Multidisciplinar (CAM de Sorocaba, pela construção de protocolo de atendimento à criação e ao adolescente em situação de acolhimento institucional de Sorocaba.
 
Menção Honrosa:
- Jorgina Maciel da Silva, Oficiala de Defensoria na Divisão de Atendimento Inicial Especializado ao Público, pelo trabalho de acolhimento à população em situação de rua, com apoio a profissionais da rede pública de serviços sobre o atendimento prestado pela Defensoria Pública a esse público na Capital.
 
 
Categoria Defensora ou Defensor
 
Premiado:
- Andrew Toshio Hayama, Defensor Público na Regional de Registro, pela ação “Fórum dos Povos e Comunidades Tradicionais do Vale do Ribeira”.
 
Menções Honrosas:
- Douglas Tadashi Magami e Carolina Nunes Pannain Gioia, Defensor e Defensora na Capital, pelo trabalho em “Defesa do Direito à Cidade e à Moradia da Comunidade Sucupira”;
- Rafael Bessa Yamamura, Bruno Cesar da Silva e Wagner Ribeiro de Oliveira, Defensores Públicos em Ribeirão Preto, pela realização do 1º Curso de Formação de Defensoras Populares: Penitenciária Feminina de Ribeirão Preto.

Imprimir  Enviar  Fechar