Tragédia em Paraisópolis – Defensoria Pública de SP se coloca à disposição de familiares de vítimas e irá acompanhar caso  
Imprimir  Enviar  Fechar
Veículo: DPESP
Data: 2/12/2019
 
Diante da tragédia ocorrida na madrugada de domingo (1) em Paraísópolis, a Defensoria Pública de SP informa que, respeitado este período inicial de luto, irá se colocar à disposição dos familiares de vítimas fatais para o devido atendimento individualizado e reservado, em domicílio.

Além disso, está sendo organizado para os próximos dias um plantão de atendimento da Defensoria na própria comunidade afetada, voltado aos moradores locais. Esse plantão ocorrerá no CEU Paraisópolis, quinta e sexta-feira (dias 5 e 6), entre 10h e 19h.

Após esses passos iniciais, a Defensoria irá analisar as medidas cabíveis, incluindo eventuais pedidos de indenização e de atendimentos psicológicos, sem prejuízo do acompanhamento das investigações e apurações já em curso sobre o grave episódio.

O Núcleo Especializado de Cidadania e Direitos Humanos da instituição acompanha outros casos em que intervenções policiais em festas de rua levaram a lesões graves e permanentes. Além disso, o órgão é responsável por uma ação civil pública, ajuizada em 2014, em que pede que a Justiça determine uma série de medidas para coibir excessos por parte de policiais em manifestações públicas, incluindo manifestações culturais. Depois de uma sentença favorável em primeira instância, o caso aguarda julgamento de recurso de apelação pelo Tribunal de Justiça.

Serviço:

Plantão da Defensoria Pública de SP
Quinta (5) e Sexta-feira (6)
CEU Paraisópolis
R. Dr. José Augusto de Souza e Silva, s/n - Jardim Parque Morumbi, São Paulo - SP, 05712-040
Entre 10h e 19h


Imprimir  Enviar  Fechar